01 julho 2024

A PALAVRA DA CEPA POR DANTE LÓPEZ

 

 LA CEPA EN ACCIÓN 

DANTE LÓPEZ

Ex-Presidente da CEPA (2008/2016)

É uma alegria imensa escrever este artigo para destacar a extraordinária experiência que vivemos no último mês de maio, na formosa Ilha de Porto Rico, onde compartilhamos dias inesquecíveis durante o 24º Congresso da CEPA.

Em meio ao calor e a eficiência dos anfitriões foram se sucedendo dias de enriquecedoras vivências. Conhecimentos novos relacionam-se com aqueles que foram reafirmados com o aporte de novas investigações.

O primeiro dia do Congresso começou com um presente dos anfitriões previamente preparado: um passeio pela Geografia e a Cultura Porto-riquenha. Compartilhamos uma viagem coletiva à cidade de Cabo Rojo. Ali pudemos visitar a centenária Instituição Espírita “Amor ao Bem”, onde fomos recebidos por sua Diretora Ana Troche e tivemos oportunidade de saudar nosso velho amigo Flavio Acarón, além de verificar o reconhecimento que mereceram ganhar os Espíritas de Cabo Rojo na Sociedade Civil da Ilha.

A partir do segundo dia, o elenco de oradores, coordenados magistralmente pela Comissão Organizadora, foi aportando aos assistentes presenciais e virtuais uma combinação de temas onde prevaleceu a atualidade da análise de temáticas transcendentais. O Espiritismo ratificou sua vigência, sendo reafirmada por todos e cada um dos expositores, embora também se observasse a maneira em que, seguindo as bases kardecianas, é permeado pela evolução do conhecimento humano.

Desde a primeira exposição de Yolanda Clavijo, que nos comoveu com sua experiência pessoal e suas conclusões baseadas na realidade da vida, pudemos ver a importância do enfoque da CEPA: Um Conhecimento Espírita livre-pensador, laico, sistemático, progressista e aberto a outros conhecimentos que o enriquecem e complementam. Deixando o auditório com a sensibilidade à flor da pele, Yolanda abriu as portas para temas tão variados e comovedores como a Educação, a Solidariedade posta em ação e os aportes da Ciência aos novos paradigmas da Espiritualidade.

Mais tarde, foram se sucedendo a apresentação de livros sobre Evolução e sua permanente mudança de paradigmas, assim coo a reafirmação da Palingenesia como método indispensável ao progresso do Espírito.

Percebeu-se um clima muito especial, obviamente criado por nossos amigos de Porto Rico, onde se sucederam mostras de afeto, presentes, música, alegria, combinados com os aportes intelectuais dos oradores no rumo da Atualização do Espiritismo como Filosofia de Consequências Morais e Éticas.

Viu-se a todo momento a importância da continuidade no Pensamento Cepeano que manteve viva a chama do Espiritismo Laico na figura da Presidente que deixava o cargo, Jacira da Silva, a quem oferecemos o reconhecimento por oito anos de árduo labor, acompanhada por uma excelente equipe, com a inestimável colaboração de seu esposo, o ilustrado e reconhecido espírita paulista Mauro de Mesquita Spínola.

O novo período que se abre a partir deste Congresso traz novas e jovens propostas impulsionando essa continuidade na CEPA, sob as mãos de José Arroyo, que, com uma equipe porto-riquenha e internacional, apresenta-se com a melhor disposição para continuar a tarefa.

A CEPA, nascida há 78 anos, promoveu e promove a Evolução e a Diversidade em seus processos de condução. Cada equipe que assumiu em cada período lhe legou suas características e enfrentou os desafios de cada época com a segurança de ter sempre vigentes os princípios kardecianos e principalmente os que Kardec deixou bem marcados: o Espiritismo evolucionará com o Conhecimento Humano, sob pena de perecer.

Estamos seguros de que este novo ciclo que se inicia, com a condução de nosso amigo José Arroyo relança a CEPA  a uma etapa de consolidação e crescimento. Por isso, desde esta coluna, e com a experiência de conhecer o desafio que representa cada etapa, desejamos a ele manter a sua alegria e seu otimismo, levando-nos ao futuro possível.

No Congresso ficou amplamente demonstrada a capacidade de planejamento e execução, razão suficiente para a tranquilidade quanto ao futuro da CEPA.

Obrigado, José e toda a equipe, pela disposição ao trabalho de divulgação do Espiritismo!

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário: