quinta-feira, 2 de agosto de 2012

MILTON MEDRAN MOREIRA É OUTRO DESTAQUE NO XXI CONGRESSO






O EX-PRESIDENTE DA CEPA MILTON MEDRAN MOREIRA SERÁ MAIS UM DESTAQUE DA MEA REDONDA III
A apresentação  dos  expositores  das Mesas-Redondas   do XXI Congresso  Espírita  Pan-Americano, da Cepa,  encerra-se  com a  participação do brasileiro Milton Rubens Medran Moreira, reconhecido comunicador e atento analista de um Espiritismo livre-pensador, que falará  sobre  “As Consequências  Sociológicas  da  Reencarnação”, dentro  da temática  geral que  enfoca “A contribuição da cosmovisão reencarnacionista  para  o desenvolvimento ético do indivíduo e das coletividades”.

Gaúcho de Dom Pedrito, Milton Medran destaca-se por sua contribuição ao Movimento Espírita, nacional e internacional. É secretário editorial da Confederação Espírita Pan-Americana, da qual foi 2º vice-presidente, eleito no Congresso Espírita Pan-Americano, em 1986, em Buenos Aires. Exerceu este cargo até outubro de 2.000, quando, eleito no XVIII Congresso Espírita Pan-Americano, assumiu a presidência da Confederação para o quadriênio 2000/2004, sendo reeleito no XIX Congresso, para o período 2004/2008.

Presidente e diretor de Comunicação Social do Centro Cultural Espírita de Porto Alegre (ex-Sociedade Espírita Luz e Caridade), foi secretário  e  diretor  de Difusão  da  Federação Espírita do Rio Grande do Sul, no período de  l983 a 1988, época em  que  dirigiu a revista "A  Reencarnação". É diretor do Jornal “Opinião” e do encarte “América Espírita”, publicados mensalmente em Porto Alegre, e também   articulista do Jornal “Abertura”, do Instituto Cultural Kardecista de Santos,SP. Estudioso da filosofia kardecista, orador dinâmico, Medran proferiu inúmeras conferências em várias cidades e Estados brasileiros, em Cuba, Porto Rico, Argentina, Colômbia, Venezuela, nos Estados Unidos, na Espanha e em Portugal.

Escritor, tem publicadas diversas obras, como o livro de crônicas “Se todos fossem iguais...”, de 1999, que foi editado em espanhol e publicado pela Editora Leon Denis, de Caracas, Venezuela, em 2001, sob o título “Si Todos Fuesen Iguales”. “Direito e Justiça – um Olhar Espírita”, em 2004; “O Espírito de um Novo Tempo ou Um Novo Tempo para o Espírito”, 2009. É co-autor das obras “A CEPA e a Atualização do Espiritismo”, editado pelo Centro Cultural Espírita de Porto Alegre, 2001; e “Espiritismo – O Pensamento Atual da CEPA”, em 2002. Todos publicados pela Editora Imprensa Livre, de Porto Alegre. Traduziu do espanhol para o português o livro “A História da Parapsicologia", de Jon Aizpúrua, em 2002.

Sua carreira profissional está ligada ao Rádio, ao Jornalismo, ao Direito e à política. Radialista, foi locutor, repórter, redator e produtor de programas radiofônicos, no período de 1958 a 1975, atuando em diferentes emissoras, de Dom Pedrito e Porto Alegre. Atualmente, faz comentário semanal para a Rádio Imembuí, na cidade gaúcha de Santa Maria. Jornalista profissional, Rubens Medran tem artigos publicados em jornais de Porto Alegre, como “Zero Hora” e “Correio do Povo”. Escreve também para o Diário Gaúcho e mantém coluna de opinião no site http://www.imprensalivre.net/. Atuou na área de Direito como professor, promotor e procurador de Justiça, tendo sido membro do Conselho Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul, de 1990 a 1991. Na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, foi chefe de Gabinete parlamentar, de 1995 a 1999.
          

Nenhum comentário: